Casos

  • Maior caso de reestruturação da América Latina em todos os tempos. O trabalho envolve a renegociação de R$ 46 bilhões de dívidas em dez empresas. Para os casos mais críticos, como nos casos da OGX e da OSX, a RK Partners indicou novos gestores para as empresas.

    EBX
  • O processo de reestruturação da Bertin Energia, uma companhia em "distress" com 5,8GW de projetos termelétricos, envolveu a renegociação de dívidas, venda de ativos, resolução de conflitos societários e regulatórios e a indicação de novos gestores.

    Bertin Energia
  • Foi promovida adequação do Plano de Negócios e supervisão da utilização de caixa do projeto, então em estágio inicial, em função dos sobrecustos orçamentários recorrentes. Após processo de renegociação com o principal credor (BNDES), os executivos da RK Partners coordenaram o processo de venda para o Grupo Odebrecht

    Brenco
  • Um dos mais importantes casos de reestruturação realizado no País. Os executivos da RK Partners assumiram a gestão interina da Companhia, implementando, com sucesso, um detalhado plano que permitiu a tomada de controle e uma transição suave mesmo em um ambiente hostil por conta de conflitos societários. O trabalho envolveu um agressivo corte de custos. Ao término do projeto, a empresa teve seu EBTIDA aumentado em mais de 45%.

    Brasil Telecom
  • O trabalho envolveu reestruturação financeira, com alongamento e conversão de dívida em capital, além aumento de capital da Companhia.

    Grupo Kepler Weber
  • A empresa detinha a concessão de corredor ferroviário que liga o Centro-Oeste a São Paulo. O trabalho consistiu em reestruturação de dívida, parte convertida em capital. Outra parte foi solucionada com aumento de capital. A reestruturação envolveu também o recrutamento e indicação de um novo CEO, que promoveu significativas melhorias operacionais na Empresa. O trabalho foi concluído com a venda da Brasil Ferrovias para a ALL Logística, formando a maior operadora ferroviária/logística do País.

    Brasil Ferrovias

Outros

×
×