Um terço dos IPOs atuais vai ter problema em 2021 e 2022, diz Ricardo K

Especialista em reestruturação de empresas diz na Live do Valor que companhias no limiar da recuperação judicial estão levantando recursos com ofertas, mas podem ter mais dificuldades adiante

Cerca de um terço das ofertas públicas iniciais de ações (IPOs, na sigla em inglês) realizadas ou em processo atualmente no Brasil é de empresas que não irão dar certo no longo prazo, afirmou Ricardo Knoepfelmacher, fundador da RK Partners, na Live do Valor desta quinta-feira.

...

Fonte: Valor

Para ler a notícia completa clique aqui

×
×